Buscar

Como escrever a redação do ENEM

Muito bom dia, boa tarde ou boa noite pra você que estava estudando para o ENEM e veio parar neste canto do Estuda Junto! Cá estamos na reta final para o tão esperado (e talvez temido) vestibular. Para vocês que estão buscando mais informações sobre como estruturar a redação, não se preocupem! Trouxe algumas dicas que podem te ajudar!


1. Como lidar com os textos de referência


É muito importante que você entenda o tema dos textos de referência para que você possa preencher as 7 até 30 linhas de sua redação adequadamente. Preste muita atenção no título e, enquanto lê, grife as informações-chave. O que está sendo falado? Quem está envolvido? Onde a situação ocorre? Como ocorre?


2. Introdução

Atire a primeira pedra quem não soube como começar uma redação. Não bastasse a dificuldade de apresentar os pontos principais, ainda temos que lidar com o nervosismo. Mas há duas coisas que você pode fazer para garantir seus pontos no primeiro parágrafo da redação: contextualização e tese.


Você precisa pensar que sua redação será avaliada como se o corretor não tivesse acesso ao texto, ou seja, você precisa explicar com suas próprias palavras qual é a situação tratada. Você pode fazer isso dando uma breve explicação de como o tema está presente na sociedade ou citando algo de sua bagagem cultural—livros, música, dados, frases, etc.


Além disso, você precisa deixar claro qual é a sua opinião: a situação retratada no texto de referência é positiva ou negativa? Em que aspectos ela afetaria a sociedade? Mas cuidado: não use primeira pessoa do plural ou singular!


3. Desenvolvimento

Agora que você já expôs sua opinião, chegou a hora de argumentar a favor dela, organizando seus pensamentos de uma forma lógica e fluída, usando um parágrafo para cada ideia.


Podem ser usados argumentos por exemplificação, comparação com obras culturais, alusão histórica, evidência (estatísticas ou informações de domínio público) ou autoridade.


4. Conclusão

Nos últimos respiros de seu texto, é importante tanto que você retome os pontos finais de sua argumentação resumidamente quanto que apresente uma solução ao problema, sempre tendo em mente os direitos humanos.

Sua proposta de intervenção deve ter uma ação, ou seja, deixe claro o modo, agente e efeitos.


5. Autocuidado

Apesar de ser o último tópico, ter cuidado consigo mesmo é uma das partes mais importantes do processo de vestibular.


Uma noite antes da prova, o foco principal deve ser o seu bem-estar: leia o livro que você não estava conseguindo antes, assista aquela série que você achou interessante na Netflix, tenha uma boa noite de sono... você merece depois de tanto se esforçar!


No dia em que ver a prova do ENEM na sua frente, respire fundo e lembre-se: uma nota não te define como pessoa!


Boa sorte para você! Estamos torcendo por aqui!

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo